Balanço literário 2017

by - 29 dezembro

O ano de 2017 está chegando ao fim e já tem um cantinho especial no meu coração, espero que daqui uns anos eu ainda lembre do ano que eu criei o Literizando. Talvez eu já tenha seguido outros caminhos, talvez esteja aqui firme e forte, o amanhã é incerto.

Me lembro o dia que resolvi criar um instagram para falar de livro, não imaginei que ele cresceria tanto e viraria um blog. Sou imensamente feliz por cada pessoa (amigos/seguidores, autores, editoras e muito outros) que me apoiou de forma direta ou não para chegar até aqui, para vocês um muito obrigada.

Então agora vamos ao balanço literaio de 2017, estão preparados?


OS MELHORES DO ANO:
O ar que ele respira foi minha primeira leitura de 2017 e já entrou para a minha lista de livros favoritos, Pluto se tornou meu primeiro crus do ano. Ainda não li a continuação da serie, mas já está na minha wilist.

O livro Mulheres que não sabem chorar se encaixa perfeitamente é um livro impactante, conta a historia de duas mulheres de meia idade que se odeiam e após alguns acontecimentos elas começam apreciar a companhia uma da outra. Esse livro recebi em parceria com a autora Lilian Farias e recomendo muito a leitura.


O escravo de capela é um livro maravilhoso em todo os sentidos, o autor Marcos deBrito soube tratar de forma o assunto de forma tão clara que senti me envergonhada de como era tratado os escravos durante o Brasil colônia.

OS QUE EU ESPERAVA MAIS:
A leitura desses livros foram agradáveis, mas não foram o que eu esperava deles. Eu recomendo a leitura, pois cada pessoa tem um gosto literário diferente. Além de ser bom, tirarmos nossas própias conclusões.

DESCOBERTA DO ANO (AUTOR OU LIVRO):
Como falar das descobertas do ano sem falar dos livros do Tom Adamz? Eu conheci os livros dele através do Watppad e desde lá eu já li alguns, como a duologia Viúva Negra e Prostituto. E atualmente estou lendo um de seus últimos lançamentos, Lúcifer. 

Em 2017, Tom publicou 10 livros e confesso que não li todos ainda e pretendo em 2018 ler todos. E para quem ainda não conhece o autor, eu diria corre conhecer ele é um amor de pessoa e além de ser super atencioso. Então, vamos conhece-lo melhor?

Rodolpho Sousa Toledo mais conhecido pelo pseudônimo de Tom Adamz. Autor, escritor, compositor, dramaturgo, roteirista, blogueiro e bailarino. Os primeiros rascunhos nasceram há quase quinze anos. Pequenas histórias, pequenos contos e pequenas redações. O montante de escritos hoje supera a marca de cem livros.

Natural de Barra do Garças - MT, atualmente mora em Goiânia - Goias. Apaixonado por filmes, séries e animes, considera-se um péssimo leitor, pois não lê o quanto deveria - ao menos, sente o consolo de outros autores passarem pela mesma dicotomia; ou se escreve um livro ou se lê.

Sua carreira literária começou no Nyah Fanfiction onde publicou seu primeiro livro na internet: Garotos Malvados. O sucesso foi imediato. Após alguns meses migrou para o Wattpad, onde atualmente publica seus livros. A chegada ao Wattpad foi um marco: em menos de um mês de publicação, Garotos Malvados bateu a marca de duzentas mil leituras, Meninos Apenas Meninos bateu cem mil e Hey Professor cento e oitenta mil. Hoje possui dez romances publicados na plataforma, sendo que parte deles encontra-se em degustação. Os livros em formato integral podem ser adquiridos pela Amazon.

Espero que vocês tenham gostado do balanço literário desse ano e você quais foram os MELHORES e os PIORES livros de 2017? E a sua melhor descoberta do ano?




You May Also Like

0 comentários