| RESENHA | Até eu te possuir - Soraya Abuchaim

by - 08 junho

Skoob – Avaliação: 4/5. 
Narrado em primeira pessoa, no tempo atual, e em terceira pessoa no passado, o livro Até eu te possuir retrata de forma profunda a história Johanna, uma mulher de 41 anos, que leva uma vida solitária depois de ver todas as pessoas que se aproximam dela morrer. Durante o inicio da leitura, confesso que julguei Johanna como uma mulher dramática e exagerada.

Johanna acredita que carrega uma maldição e por causa disso, Johanna evita contato com outras pessoas, por medo delas morrerem por sua causa. 
Sua vida solitária muda quando quando conhece o belo e mistério contador Michel Brum, no momento em o carro dela fica sem bateria. 

Michel se mostra um um perfeito cavalheiro, fazendo ela se sentir uma mulher desejada. Johanna vê nele a chance de ser feliz e decide arriscar mais uma vez. Tinha tudo para Joahnna ser feliz, porém, com o tempo Michel se mostra um homem possessivo e aos poucos vai entrando na vida de Johanna. Descobre que Michel mantém um segredo sombrio, que mudará a vida de ambos. 

Uma leitura surpreendente, muito bem escrito e com uma narrativa diferente, confesso que fiquei confusa no inicio com a mudança do passado para o presente, mas decorrer da leitura o estilo de narrativa me deixou curiosa para saber mais e mais.
Johanna Dorne é uma mulher que perdeu todas as pessoas que amou. As tragédias de sua vida começaram com um acontecimento marcante quando ela tinha 13 anos.
Três décadas depois, ela se transformou em uma mulher solitária, confusa e inclinada à autocomiseração, que não consegue manter contato social com ninguém. Até conhecer Michel Brum, um homem charmoso e misterioso que a resgata de sua vida patética, devolvendo-lhe a felicidade há tanto tempo perdida. Só que Michel acaba mostrando que não é tão perfeito assim, e um segredo mortal jogará Johanna novamente em um abismo

Soraya Abuchaim é casada, mãe e apaixonada por livros. Começou a escrever contos de forma despretensiosa em seu blog Meu Meio Devaneio. De uma ideia simples, surgiu seu primeiro romance, "Até eu te possuir".


You May Also Like

0 comentários